sexta-feira, abril 20, 2007

Habitação: GRALHA nas instalações sanitárias

No ponto 3.3.4, alínea 3) refere-se que a disposição dos aparelhos sanitários e as características das paredes devem permitir a colocação de barras de apoio, de acordo com o especificado na Secção 2.9.

Verificamos existir uma gralha nas remissões que são feitas.

Sanita:
Onde está “n.º 3 do n.º 2.9.4”
Deve ler-se “n.º 5 do n.º 2.9.4”

Banheira:
Onde está “n.º 5 do n.º 2.9.7”
Deve ler-se “n.º 6 do n.º 2.9.7”

Base de Duche:
Onde está “n.º 5 do 2.9.9” está correcto
Onde está “n.º 5 do n. 2.9.10”
Deve ler-se “n.º 6 do n.º 2.9.10”


PHG 20ABR2007

4 comentários:

Ricardo disse...

Relativamente ao 2.9.4 aliena 1, cito, "a altura do piso ao bordo superior da sanita deve ser de 0,45m, admitindo-se uma tolerancia de (mais ou menos) 0,01m".
Pela pesquisa de mercado que realizei não encntrei ainda nenhuma sanita que cumpra esta caracteristica. Seria possivel ajudar-me?

Rodrigo Leote disse...

Boa tarde,
Adquiri recentemente o Guia de Acessibilidade e Mobilidade para Todos editado pelo Secretariado Nacional de Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência. Neste Guia (pag. 157)é referida a gralha no DL indicada, porém no esclarecimento é mencionado que onde se-lê nº3) do 2.9.4 deve ler-se nº4) do 2.9.4, e não nº5) do 2.9.4, como aqui referido e que me parece mais lógico. Será que estamos perante uma gralha sobre gralha? Quem estará correcto afinal?

Pedro Homem de Gouveia, Arq. disse...

Caro Rodrigo,

Trata-se de gralha sobre gralha.

Pedro Homem de Gouveia, Arq. disse...

Caro Ricardo

quanto à altura do piso ao bordo superior da sanita, conseguirá obtê-la se, por exemplo, usar sanitas suspensas (i.e., fixas à parede).